Palavra do Papa – 14 de maio

16 de maio de 2017 Doutrinas


REGINA COELI
Praça São Pedro – Vaticano
Domingo, 14 de maio, 2017

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

Ontem à noite voltei da peregrinação a Fátima – saudamos Nossa Senhora de Fátima! – e nossa oração mariana, hoje, é de particular importância, de memória e profecia, olhando para a história com os olhos da fé. Em Fátima, eu mergulhei na oração que brota de cem anos para implorar a proteção maternal de Maria em todo o mundo. Agradeço ao Senhor que me permitiu ir para os pés da Virgem Mãe como peregrino de paz e esperança.
No início, quando fui a Capelinha das Aparições fiquei em silêncio um longo tempo, acompanhado pelo silêncio orante de todos os peregrinos, que criou um clima recolhido e contemplativa. No centro de tudo esteve e está o Senhor Ressuscitado, presente em meio a seu Povo na Palavra e na Eucaristia. Presente em meio aos muitos doentes, protagonistas da vida litúrgica e pastoral de Fátima, como em todo Santuário mariano.
Em Fátima, a Virgem escolheu o coração inocente e a simplicidade dos pequenos Francisco, Jacinta e Lúcia, como depositário da sua mensagem. Estas crianças a acolheram dignamente, e foram reconhecidas como testemunhas críveis, ao ponto de ser modelos de vida cristã. Com a canonização de Francisco e Jacinta quis propor a toda a Igreja o seu exemplo de adesão a Cristo e de testemunho evangélico, e recomendar a toda a Igreja que cuide das crianças. Sua santidade não é consequência das aparições, mas da fidelidade e do ardor com que corresponderam ao privilégio recebido de ver Maria. Depois do encontro com a ‘bela Senhora’, rezavam frequentemente o terço, faziam penitência e ofereciam sacrifícios pelo fim da guerra e pelas almas mais necessitadas da divina misericórdia.
Ainda em nossos dias, precisamos muito de orações e penitência para implorar a graça da conversão, assim como o fim das muitas guerras em tantos lugares do mundo, que se estendem sempre mais, assim como o fim dos absurdos conflitos, grandes e familiares, que desfiguram o rosto da humanidade.
Deixemo-nos guiar pela luz que vem de Fátima. Que o Coração Imaculado de Maria seja sempre o nosso refúgio, a nossa consolação e o caminho que nos conduz a Cristo.

Sem comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar!

Deixe um comentário

Compartilhe: